MENSAGEM DO PRESIDENTE – ANO ROTÁRIO 2017-2018

Prezados Companheiros,

 

Cláudio Mourão Agostini – Presidente ano Rotário 2017-18

Recebi de vocês a honrosa missão de liderá-los nesse ano rotário que se inicia em 01-07-2017 como presidente do Rotary Club de Belo Horizonte. Com satisfação, sim, mas consciente da responsabilidade de liderar profissionais, empresários e homens de negócios, expoentes em suas profissões e, por isso mesmo, tornando delicada a tarefa que me delegaram. ou seja, a de liderar líderes de diferentes matizes. Confiante, contudo, primeiro na Providência Divina, e na amizade de todos vocês, aceitei o desafio de procurar engrandecer o nosso clube rotário.

 

Responsabilidade esta que aumenta na medida em que celebramos 90 anos do nosso Clube, que tanto contribuiu para a nossa comunidade e por onde passaram Rotarianos ilustres, muitos dos quais não se encontram mais entre nós; mas cujas lembranças estão sempre presentes em nossas memórias.

O lema do Presidente Ian Riseley do Rotary International “O Rotary Faz a Diferença” dá-nos a oportunidade ímpar de juntos, procurarmos fazer a diferença em todas as nossas atividades rotárias especialmente naquelas voltadas para a comunidade.

Em sua mensagem aos rotarianos o Presidente Ian Riseley disse:

Não podemos descansar enquanto a pólio continuar ameaçando uma única criança sequer, a escassez de água ainda afetar comunidades ao redor do mundo e o acesso à educação for considerado um privilégio em vez de um direito Após mais de 110 anos nosso trabalho está apenas começando.
Espero que continuemos nossa jornada juntos, servindo as comunidades e capacitando as gerações futuras para mostrar ao mundo que O Rotary Faz a Diferença.

Por isso a campanha de doações à Fundação Rotária, uma das atividades que o nosso clube desenvolve, não pode parar. Por que não realizarmos eventos com a finalidade de angariar fundos para a Fundação Rotária?
Não nos esqueçamos da campanha Pólio Plus; “falta um pouquinho só” para conseguirmos erradicar da face da terra a poliomielite: em apenas três países, Nigéria, Paquistão e Afeganistão a doença é endêmica A Nigéria anunciou que tinha erradicado a pólio, mas ela voltou ao país recentemente.
A ocorrência de conflitos no Oriente Médio com a migração de milhares de pessoas fugindo para países vizinhos faz com que a reincidência da Pólio se torne preocupante.

Prestação de serviços é um dos pilares nos quais nosso amado Rotary se ergue e podemos afirmar que ninguém conhece a verdadeira mágica rotária se não tiver se envolvido diretamente na prestação de serviços.

E a Fundação Rotária nos acena com as oportunidades de servir, através de seus programas. Conhecida como o ”Braço Dadivoso do Rotary”, seu objetivo é “Fazer o Bem no Mundo” contando, para isso com as dotações voluntárias feitas pelos rotarianos desde 1917 e, mais recentemente, as de empresas chamadas “Empresas Cidadãs”, que doam, através da ABTRF constituída aqui no Brasil exatamente para receber doações de empresas e utilizá-las em nosso país.

Estarei atento às iniciativas dos companheiros para estabelecer projetos factíveis, a fim de fazermos jus à Menção Presidencial, sem dúvida um estímulo para o crescimento de nosso clube.

Nossas atividades devem desenvolver-se norteadas pele Prova Quádrupla e com Ética em todos os níveis. Lembremo-nos de que a Ética é um dos pilares do Rotary e mereceu durante os anos 60 uma campanha, cujo lema “Ética, um princípio que não pode ter fim”, aprovado, inicialmente pelo Distrito rotário 4570 do Estado do Rio de Janeiro e, mais tarde, em 1988, por aclamação no plenário do Instituto Rotário de Belém e estendido a todo o país. Nunca nos preocupamos tanto quanto agora, com a Ética.

O Rotary somos nós e de nosso trabalho rotário, feito com envolvimento e amor, poderá resultar uma vida melhor para aqueles menos afortunados que conseguirmos assistir.

Uma palavra, ainda, sobre a Quinta Avenida de Serviços: Juventude. Refere-se aos clubes de jovens: o Interact- para jovens de 12 a 18 anos e o Rotaract, de 18 a 30 anos-, além das atividades desenvolvidas pelo RYLA e pelo Intercâmbio Internacional de Jovens.

O Interact e Rotaract já existem em nosso clube, sendo ambos bastante atuantes e colaborando na formação de jovens lideranças.

Lembrando que são eles os futuros rotarianos tudo devemos fazer para que realmente se tornem rotarianos.

As tarefas que nos esperam são grandes, porém factíveis.

Companheiros e companheiras: agradeço-lhes a confiança elegendo-me presidente deste clube: conto com vocês, contem comigo!

 

Cláudio Mourão Agostini